Estou maluco?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estou maluco?

Mensagem  Karl Marx em Qua Abr 30, 2008 12:15 am

Vivemos em uma época de estagnação ou retrocesso de ideais, idéias e também não temos uma grande movimentação nas artes, as ciências sociais perderam o brilho de outrora e já quase nada representam para a sociedade atual, os estudos hoje se resumem a qualificar mão de obra, não temos grandes pensadores que se dedicam a inúmeras áreas do saber e o pensamento crítico foi derrubado pela automação e pela produção em grande escala que deixou de fabricar apenas produtos, mas também fabricam idéias, assim as pessoas nem precisam pensar por elas próprias, pois já recebam as opiniões necessárias.

A literatura é vitimada pela pobreza de espírito de nossa população que não possui o saudável hábito da leitura.

Gostaria que surgisse um movimento nas artes, ciências, filosofia e literatura, enfim na cultura em geral que modificasse essa realidade.

Um movimento cultural que critique todas as formas de sociedade existentes desde o surgimento das sociedades de classes, um movimento que critique o Estado. Ao mesmo tempo em que proponha soluções reais e possíveis para melhorar a qualidade de vida das populações pobres. Que faça das artes e da literatura não um fim, mas um meio de denúncia a tudo aquilo que deve ser corrigido ou aprimorado, nada de pinturas abstratas pouco significativas, mas que reproduzam fielmente a natureza, pois não existe nada mais belo e é essa beleza da natureza que devemos lutar por preservar. Um movimento que enalteça a democracia, não como ela é constituída, mas como uma palavra que significa liberdade.

Que não esconda a verdade e que ataque com veemência a realidade vigente, mas que não se esqueça de sugerir propostas para o melhoramento das questões criticadas.

Um movimento formado não por pseudo-intelectuais, mas por pessoas honestas e verdadeiramente capacitadas que procuram usar sua inteligência não para ganhar prêmios ou produzir teses e dissertações para a elite intelectual e sim para transformar as realidades penosas a que o Homem se encontra submetido.

Um movimento que tenha como principal objetivo a popularização do conhecimento e do saber, chega de dizer que apenas alguns são especiais e que nem todos podem trilhar o caminho da sabedoria, basta de bobagens elitistas. Devemos reconhecer que todos somos possuidores de alguma capacidade, seja a de se comunicar com os outros, a de realizar análises políticas ou de solucionar problemas matemáticos, então que passemos a estimular o potencial nativo em cada um de nós!

Que as escolas produzam bons cidadãos não no sentido de obediência ao Estado nacional, mas de criar homens críticos e politizados ao mesmo tempo em que humildes e generosos para que a espécie Humana atinja seu estado de apogeu.

Desde já tenho um movimento utópico com propostas utópicas e alguém duvida que algum dia a utopia pode se tornar real?

Não dêem tanta importância para o meu texto, pois ainda sou um garoto que está apenas iniciando-se nos estudos, apenas tive vontade de demonstrar parte de meus pensamentos.
avatar
Karl Marx
Admin

Mensagens : 123
Data de inscrição : 27/03/2008

Ver perfil do usuário http://pensamento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estou maluco?

Mensagem  Sérgio Bantam em Qui Maio 08, 2008 11:13 pm

Infelizmente estamos estagnados social e culturalmente. A sociedade egoísta capitalista se centra de forma principal no foco da existência no indivíduo. Desse indivíduo tudo emerge para si e por si, um tremendo egoísmo sem fundamento maior do que o da sensorialidade, portanto, uma versão existencial baseada no falicismo do instinto sem melhores relações com pontos mais altruístas.
A expansão de consciência implica numa equivalente ampliação das responsabilidades com a sociedade. A sociedade é a expressão do inconsciente coletivo de Jung! Ela apresenta a obrigação individual para manutenção dos valores que a articulam e sustentam.
Quando se desobriga o indivíduo da sua participação na sociedade como se ele fosse alheio a ela ou não estivesse nela contido, encarando-a apenas tal qual uma consideração externa filosófica abstrata, você gera a tão conhecida expressão do velho:
"Eles são,...eles não fazem,... eles fazem em excesso....!
Esse ato de estar alheio aos eventos que nos são primazia como agentes de geração dos fatos e cirscuntâncias, simplesmente cria a ilusão da desvinculação de tudo, criando a sensação de que tudo emana da ação individual. Se tudo está errado do lado de fora, então não vou depender do lado de fora, vou me locomover só, me usando dos estratagemas que se baseiam em explorar as falhas do sistema!
Assim, estamos cada vez mais distante de consertar a nossa sociedade pela criação de lihas de egoísmo geradas pelo capitalismo que visam o prazer e a realização do ego.
avatar
Sérgio Bantam
Admin

Mensagens : 108
Data de inscrição : 29/03/2008
Idade : 55
Localização : Sorocaba/ São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum